Entendendo o Strict Mode

23 abril, 2017 |
js-cahfelix

O “use strict” do JavaScript foi incluída no ECMAScript 5

Mais para que serve o uso do Strict Mode?

Serve para fazer mais verificações!

O JavaScript é muito flexível e nós da uma grande liberdade em sua escrita, o problema é que toda essa liberdade pode nos causar grandes problemas de difícil identificação e correção.

O que o strict mode faz basicamente é melhorar a qualidade do código. Ou seja, o código será executado de forma mais rigorosa.

Ativando o strict mode somos obrigados a ser mais regrados na escrita de nossos códigos.

Vamos a alguns exemplo

minhaIdade = 30;

No exemplo acima o JavaScript é válido, significa que você cria uma variável completamente global chamado minhaIdade.

'use strict'
minhaIdade = 30;

// Erro - ReferenceError: minhaIdade is not defined

Mas no modo estrito é um erro porque você não usou a palavra-chave “var” para declarar a variável.

Mais um exemplo 😉

function minhaFuncao() {
  nome = "Cah Felix";
} 
minhaFuncao();

Sem habilitar o modo restrito, o código acima é executado sem lançar qualquer erro, ainda que seja uma má prática utilizar a variável “nome” sem declará-la

'use strict'
function minhaFuncao() {
  nome = "Cah Felix";
} 
minhaFuncao();

// Erro - ReferenceError: nome is not defined

Se habilitarmos o strict mode, será lançada um erro para notificar que temos um problema no código

E como usar?

Basta adicionar ‘use strict’ no topo do seu código, antes de qualquer outra coisa ou chama-los dentro de funções. Se você inserir dentro no topo do seu código se aplicará para todo seu código.

Conclusão

Pelo bem da legibilidade do seu código você deve usar o strict mode, além de evitar problemas futuros com novas versões do JavaScript. Isso irá lhe ajudar a detectar erros em seu código mais facilmente.

1 Comment

3